Nosso adeus a Marisa Letícia Lula da Silva

0

O Brasil não poderia ter sido mais cruel com o homem que elevou sua condição de país respeitado em todo o mundo. Luiz Inácio Lula da Silva, por representar um líder capaz de elevar o país ao conceito de nação igualitária, entregando a milhões de brasileiros a dignidade de ser cidadão, algo que 30 milhões de brasileiros, até ele chegar ao poder, não havia experimentado.

O Brasil não poderia ter sido mais injusto com o homem que se entregou de corpo e alma para que o Brasil tivesse finalmente o dinheiro de suas riquezas empregados na educação do seu próprio povo. O Brasil não poderia ter permitido que o jogo sujo da disputa pelo poder ultrapasse o limite da república para invadir a família do homem e arrancar dali a peça fundamental de sua existência.

Porque é certo que Marisa Letícia Lula da Silva não morreu por causas naturais, mas por enfrentar silenciosamente um plano sórdido planejado sob a escuridão da república e sob a toga daqueles que se comprometeram com a escravidão do povo brasileiro, subalimentado, subpago e explorado ao limite da exaustão para a garantia do lucro de uma elite acostumada ao extrativismo.

Sobre ela descarregaram, estes sórdidos agentes do servilismo, as mais infundadas acusações, e entre elas a de ter se beneficiado com um apartamento no Guarujá, que seria resultado de esquemas realizados no governo do marido Luis Inácio Lula da Silva. Foi um exaustivo processo enfrentado pela família, que enfrentou a canalhice que há anos está entranhada na república e que há anos dela se locupleta.

E no dia em que venceu Curitiba, obrigando o juiz a arquivar um processo para o qual ele tentou por todos os meios fazer valer, e mesmo tendo todo o apoio das famílias que comandam a comunicação social deste país, nada conseguiu encontrar.  Neste dia, Marisa Letícia deu seu adeus ao mundo. Na manhã seguinte estava no hospital, vitimada por um acidente vascular-cerebral.

A Fetracom-DF deve lamenta esse pedaço da história brasileira e chora ao lado de Luis Inácio a perda. Marisa Letícia vai permanecer entre nós, em nosso eterno carinho e em nossa história. Não se foi, nem nunca irá. É certo.

E ao companheiro Lula, que deu voz a tantos brasileiros, que tirou da miséria e do sofrimento tantas famílias, a este homem, a Fetracom-DF pede que Deus lhe conceda o carinho de que precisa para o momento e força de que necessitará para os dias que se seguem. Nós, dirigentes e militantes, oferecemos a família de Luis Inácio Lula da Silva nossa mais profunda solidariedade e consternação.

Campartilhe.

Deixe Um Comentário

*