Quarta-feira, 24 Julho, 2024
No menu items!

CUT e sindicatos referendam apoio à Chapa 1 nas eleições do Sindiserviços

Saiba mais

A CUT-DF e seus sindicatos filiados reafirmam apoio à Chapa 1: “Unidade na Luta”, para as eleições do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio, Conservação, Trabalho Temporário, Prestação e Serviços Terceirizáveis no Distrito Federal (Sindiserviços). O pleito acontece nos dias 27 e 28 de junho, com cerca de 60 urnas distribuídas nos locais de trabalho.

Encabeçada por Maria Isabel Caetano ─ conhecida como Dona Isabel ─, a Chapa 1 é composta por trabalhadores e sindicalistas históricos, que têm desenvolvido um trabalho fundamental em defesa dos direitos da categoria. Plano de saúde e odontológico, convênios com vários clubes, laboratórios e faculdades do DF, além de mais de 100 ações vitoriosas na Justiça são algumas das conquistas ao longo dos anos.

“Todos que estamos aqui temos compreensão da importância da Chapa 1 para os trabalhadores. Por isso, agradeço todo o apoio recebido das entidades CUTistas. Isso é muito gratificante e é um sinal de que, mesmo errando, estamos fazendo de tudo para acertar e ajudar os trabalhadores que têm confiado na gente todos esses anos”, afirmou Dona Isabel, presidenta do Sindiserviços e candidata à reeleição.

Propostas da Chapa 1

Entre as propostas da Chapa 1, estão a continuidade da luta por melhores salários e condições dignas de trabalho, mobilização pelo adicional de insalubridade, fortalecimento da legislação de proteção dos terceirizados, implementação de novos convênios com vantagens aos trabalhadores e outras.

“Estamos em campanha diariamente e muitos colegas não têm hora para parar. Agradeço a contribuição dos companheiros e espero que, no dia 28, após a contagem da última cédula, possamos dizer que a Chapa 1, que representa o trabalhador, foi eleita com o esforço de todos”, afirmou Andréia Cristina da Silva, secretária-geral da entidade e candidata à reeleição.

Mais proteção

O presidente da CUT-DF, Rodrigo Rodrigues, lembrou que os trabalhadores terceirizados muitas vezes estão sob condições laborais bastante precárias, o que demanda mobilização contínua por proteção trabalhista.

“Reforçamos a necessidade do apoio, pois acreditamos que a Chapa 1 é a que verdadeiramente defende o trabalhador terceirizado. A CUT tem imenso respeito e admiração pela categoria e entende a necessidade de ampliar seus direitos. Por isso, reforçamos, dias 27 e 28 de junho, vote Chapa 1”, disse.

Leia também

Fetracom-DF parabeniza a Contracs pelos seus 34 anos de luta e conquistas

Neste momento de celebração, a Federação dos Trabalhadores no Comércio do Distrito Federal (Fetracom-DF) parabeniza a Confederação Nacional dos...
spot_img